Home Opinião AS RUAS DE ALMEIRIM por Carlos Jardim

AS RUAS DE ALMEIRIM por Carlos Jardim

AS RUAS DE ALMEIRIM por Carlos Jardim

Almeirim, Topónimos, Razão

de Ser

25 de Abril, Avenida
(1974) Data em que se deu o golpe de estado militar que pôs fim ao regime ditatorial do Estado Novo em vigor há 48 anos.
É também conhecido como o Dia da Revolução dos Cravos.
Deu origem a um processo revolucionário
fundamental para a consolidação da Liberdade e Democracia em Portugal.
Contribuiu decisivamente para a o fim da guerra colonial em África e independência
das respetivas colónias.
Começa na Rua Condessa da Junqueira e acaba na Rua dos Aliados.

5 de Outubro, Rua
1910, Implantação da República após o regicídio e movimentação militar que põe fim à Monarquia vigente no País desde o nascimento da nacionalidade.
1143, é também a data que assinala a Fundação de Portugal através da assinatura
do Tratado de Zamora, pela qual os Reis de Leão e Castela, reconhecem Dom Afonso Henriques como Rei de Portugal.
Começa na bifurcação com a Rua do Paço, correndo paralela com esta, com a Praça da República e com a Rua Dr. Francisco
Nunes Godinho, indo desembocar no Largo Manuel Rodrigues Pisco.

Açores, Rua (antiga Rua nº 6) 2C
Os Açores, oficialmente designados por Região Autónoma dos Açores, são um arquipélago transcontinental e um território autónomo da República Portuguesa,
dotado de autonomia política e administrativa consubstanciada no Estatuto
Político-Administrativo da Região Autónoma dos Açores.
Constituíram-se em escala para as expedições
dos Descobrimentos e para as naus da chamada Carreira da Índia, das frotas da prata, e do Brasil.
Contribuíram para a conquista e manutenção
das praças portuguesas do Norte de África.
Quando da crise de sucessão de 1580 e das Guerras Liberais (1828-1834) constituíram-
se em baluartes da resistência.
Tem início na Rua Macau, cruza as Ruas Moçambique e Padre António Vieira e vai ligar com a Rua das Figueiras.